0

Tal mãe... Tal filho.




E a gente se vê nos filhos, assim como os mesmos em algum momento, devem se ver nos pais. É interessante observar a influência genética nas pessoas de uma mesma família, mas não quero falar de características físicas, quero falar dos gostos similares que as pessoas desenvolvem. Sim, o gosto, a opinião e até mesmo racismo e preconceito.
É interessante como valores e comportamentos bons ou ruins ficam muito claros na personalidade dos nossos filhos. 
Ser exemplo para os filhos é um caminho natural, não há como negar que os filhos nos observam e nos imitam. É o poder do exemplo e este se torna eficaz na educação dos filhos. 
Você deixou os sapatos jogados pela casa? Seus filhos vão fazer o mesmo. Você é preconceituoso? Vai agregar o preconceito e a ignorância nas atitudes dos seus filhos. Então é assim, nossos filhos na maioria das vezes se tornam amostra do que somos.
Por que estou falando sobre isso? Pode parecer bobeira, mas esta semana registrei um momento aqui na minha casinha que me levou a pensar nesse assunto. Ao fazer a faxina semanal observei que no meu quarto tenho alguns livros que já foram lidos, que estou lendo e que ainda vou ler. É bem assim minha gente rsrs... Eles ficam sobre o aparador do quarto e eu amo tê-los ali tão pertinho de mim. 
Então tá! Lá vou eu limpar o quarto do meu filho e... o que eu encontrei lá? Alguns livros do lado da cama. Um ele está lendo e o outro está na lista de espera. Detalhe, temos o mesmo hábito de deixar os óculos sobre os livros rsrs... Gente, achei o máximo!
De repente eu me vi no meu filho ou devo interpretar que ele se vê em mim?Parece complexo? Sei lá!
Mas é ou não é verdade? Os filhos acabam por ter gostos parecidos com os nossos, então minha gente, vamos andar na linha, pois estão nos observando.







Bjs e até o próximo post.

Mª de Fátima

19

É Agosto...



Curtindo últimos momentos das férias com maridinho. Recebendo agosto de braços abertos e que venha carregado de saúde, paz, amor, fé, prosperidade e muitas alegrias.














17

Dica de Leitura



Ao chegar a livraria e ler a sinopse fiquei muito interessada pelo livro. Criei expectativa e ela foi correspondida. Sarah Jio criou uma trama bastante interessante e um desfecho sensacional. 




Resenha

SEATTLE, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho.

Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade.

Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.

Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos,

Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.




Ficha Técnica

Título: Neve na Primavera
Autor(a): Sarah Jio
Páginas: 336
Editora: Novo Conceito


13

Colorindo: Tendência do Momento



 Os móveis coloridos estilo retrô estão invadindo os espaços de decoração e não há quem não se encante pelo resultado. O moderno e o retrô ocupando o mesmo espaço compõem um visual bastante charmoso.
Os preços dessas peças são exorbitantes, diga-se de passagem, mas você pode aproveitar aquela cômoda ou aparador encostado na casa da vovó e dar uma bela repaginada. Com certeza além de economizar você vai garantir um cantinho novo  e aconchegante na sua casa.



Uma cômoda muito antiga foi revigorada com o tom do azul turquesa e stencil. Deu um "UP" no minúsculo cantinho do quarto.



Um armário estiloso e bastante incomum pode ser usado numa sala de jantar para exibir pratos. O interior do armário foi pintado num tom de azul claríssimo para dar ar de profundidade. 
Fala a verdade, essa peça fica linda em qualquer cantinho.




Combinação perfeita entre amarelo e azul lembra aquelas mesinhas das cafeterias europeias. Perfeita para pequenos ambientes. Fica a dica.



Vermelho, vermelhaço, vermelhão... Red não é pra todo mundo, mas fala a verdade, essa peça não ficaria linda naquele banheiro do corredor?



Em azul petróleo esta cômoda tem um ar mais sério, mas as peças decorativas sobre a mesma amenizam a seriedade.



Esta estante é um desejo necessário, imaginem tudo arrumadinho e protegido da poeira.



Apaixonante esta cômoda coral. Beautiful!!!



Amarelo alegra o ambiente e pode ser combinado com móveis claros e escuros.


                                                                   Daqui: Sarah M. Dorsey Designs, Pinterest
E pra quem gosta do estilo shabby chic... sala de jantar completa!

Gostaram?
Beijos