6

Momentos Fotográficos - Parte I (Natal)



Num lugarzinho muito, muito distante, onde a saudade apertava o coração, pessoas queridas nos esperavam.



O canário saiu do ninho espreitando nossa chegada. Ele sabia que toda família unida traria momentos de valor inestimável.



Com a farra da nossa chegada toda vida ao redor parecia apreciar esse momento singular.







Nesse momento o trabalho finalizava e dava início ao descanso.



A colheita de amoras doces nas mãos de quem sempre recebe filhos, noras e netos com carinho.



A multiplicidade e beleza da natureza em cada detalhe. É a vida encantadora em suas pequenas formas. Vida, vida, seja bem vinda!!!



As crianças se deliciando (os adultos também) na água fresca e pura que vem das profundezas da terra. Calor aqui, só nos nossos corações.




O ninho do bem-te-vi... A vida que caminha e que teima mesmo diante da seca. 



Chegou o momento de partir... Abraços apertados.
Na estrada em direção ao próximo destino.
No coração fica só saudade e a certeza de nos reencontrarmos.
FUI!!!




6 comentários:

DMulheres disse...

Oi Fátima
Que lindas imagens e momentos tão preciosos que fazem parte de nossa vida. Adorei.
Feliz 2015!!

Bjokas,
http://blogdmulheres.blogspot.com.br/
@blogdmulheres.

Nadja disse...

Que momentos gostosos!
Amo tudo isso!
Que eles se repitam ao longo de 2015, não é?

Feliz semana!

Bjksss

Denise disse...

Que delícia, menina! São lugares mágicos e inesquecíveis! Desejo a você um excelente 2015, repleto de muita saúde, paz, prosperidade e muitas bençõas!
Boa semana!
http://dedeartes-denise.blogspot.com

Flavinha Gomes disse...

Oi, Fatima!
Passei pra retribuir sua visita ao Casinha Bonitinha.
Que lugar lindo, hein... E as amoras, ah, as amoras!
Um beijo grande.

Iris Barbas disse...

Oi Fátima!

Lindas imagens! Estes encontros são maravilhosos! Me fez lembrar as nossas viagens pra Bom Jardim, no interior do RJ...

Abraços, Iris

Ðú® disse...

Que lugar maravilhoso, Fadinha. Adoro roça, passava todas as minhas férias na fazenda dos meus pais. Sai em dia e no outro já estava na estrada. Adoro até o cheiro do curral. rssss