3

Momentos Fotográficos - Parte II (Ano Novo)



Na estrada rumo ao próximo destino...
Lá, numa cidadezinha muito distante, corações apertados de saudade também nos esperavam.



Fomos recebidos com um sorriso largo e abraços carinhosos pela minha amada mana Elisa. Nada como poder abraçar apertadinho as pessoas que amamos.
Fomos entrando na sua casinha sempre cheirosa e acolhedora. Casinha de mãe, sabe?
Fui presenteada com essa linda orquídea. Oh, Lord! Fiquei in love com ela.




Nessa casinha, tudo é feito com muito carinho. Fazer comida por aqui é arte.



Meu filhote também aderiu à arte e preparou uma gordice nipônica, um jantarzinho para a madrinha, tios e primos. 
Nós curtimos muito esse momento.



Temaki e sushi pra ninguém botar defeito. 



Natureza...
Como moramos numa cidade grande, prestigiar a natureza é sempre um presente de Deus. Levantamos cedo, eu, meus irmãos Alberto e Elisa e fomos para Panorama passear e almoçar. A vista do rio Paraná é divinamente linda.



Atravessamos o rio Paraná de Paulicéia/SP até Brasilândia/MS sobre a ponte estaiada.



Imagina se euzinha não ia parar pra tirar fotinhos, né mesmo?
Olhando essa imensidão de água me senti um grãozinho de areia, tive medo e respeito. Quão bela é a natureza e os desígnios de Deus.
Desejei ter asas para sobrevoar tão lindo lugar, mas Deus não me deu asas, deu-me olhos apenas para observar.



Preparando a bacalhoada para a ceia de Ano Novo. Muita batata, tomates, pimentões e bacalhau, bem a moda portuguesa.






Aqui o prato final pronto para ir ao forno borbulhar com muito azeite. Delícia!!!



Este é  um prato típico português muito gostoso, embora o nome seja estranho... É a punheta de bacalhau... Ahãaaa... É isso mesmo! Servimos como entrada com baguetes enquanto esperávamos o horário da ceia. 
Essa foi a nossa parte, os amigos fizeram pratos deliciosos também.



Então nos reunimos na chácara de amigos queridos. 



De longe apreciávamos os fogos. "Eita" povo festeiro dessa cidadezinha.
Que venha 2015! Que seja abençoado e iluminado.



E como nem tudo é para sempre... Hora de voltar para o nosso aconchego, ou seja, pé na estrada...
O rio Tietê lindo na sua magnitude.



Já perto de Campinas a chuva nos recebeu. Que felicidade! Precisamos tanto de chuva que um momento como esse é para ser apreciado e reverenciado. 
A saudade aperta o peito, pois já estamos longe da família novamente. 
Estamos indo de volta pra casa certos que nos reencontraremos em outros momentos tão felizes quanto os que tivemos juntos.



Não demoramos chegar e minha orquídea foi logo para seu lugar de destaque. Aqui neste lugar sempre passo por ela e lembro com que carinho ela me foi dada pela minha mana.
De volta a minha casinha com a esperança que 2015 nos traga muita paz, saúde e luz... muita luz para seguirmos nosso caminho.
Saudades das pessoas que lá deixei...







3 comentários:

Madalena disse...

Um bom livro é sempre uma boa companhia....

Gostei de conhecer o seu "cantinho".

Bjs

Madalena

Cristina Barbas disse...

Oi, Fátima!

Que postagem linda, me imaginei na sua viagem... Hehe
Um belo passeio!
Aqui em casa também fizemos bacalhau no Ano Novo, adoro!

Abraços, Cris

Judy disse...

Mesmo atrasada desejo que seu ano seja do jeito que você deseja.
Curti muito o passeio que me trouxe boas recordações... há muitos anos estive em Panorama, fomos de trem, fizemos a viagem antes que acabassem com o transporte de passageiros, infelizmente conseguiram sucatear nossas ferrovias.

Abraço